10.7.06

VIVA ZAPATERO!




O Papa esteve em Valência e, na missa de ontem, o primeiro-ministro espanhol, José Luís Zapatero não esteve presente. Admire-se a coerência e a coragem, em nome do fim da promiscuidade entre o Estado e a Igreja.
O porta-voz do Vaticano, Navarro-Falls, citado no 'Corriere Della Sera', diz o seguinte:
"Quando fomos à Nicarágua, Daniel Ortega foi à missa. Em Varsóvia, durante o período comunista, Wojciech Jaruzelski fez o mesmo. Até em Cuba, Fidel Castro não se esquivou à missa."
Mais um ponto a favor de Zapatero. Os ditadores ou, eufemisticamente, as "democracias musculadas" gostam de mentir, de fazer jeitos, de enganar e oprimir o povo. Mas a Democracia não deve permitir a hipocrisia organizada e deve separar bem as águas.
Como fez Zapatero.

Comments:
Não te escapa nada, nem a ausência do Zapatero no beija mão ao Papa.
A vassalagem hoje em dia já não é o que era.
Um abraço. Augusto
 
Concordo plenamente meu irmão.
Aproveito para te deixar a morada da minha casa nova:
www.zecadanau.wordpress.com
Aquele @bração do
Zeca da Nau
 
Zapatero merece a admiração e o apoio de quantos se afirmam no anti-dogmatismo, que, infeliamente, ainda existe na nossa sociedade - porque razão havia Zapatero de pagar um tributo, mesmo que simbólico, ao vaticano? - e de quantos querem pensar e agir como homens livres.
Zapatero só por esse acto deve ser admirado e semplarmente lembrado como um HOMEM LIVRE e capaz de se afirmar em liberdade, fora dos quadros do esclavagismo mental que sujugam os homens as valores que lhes são contrários.
 
This is very interesting site... » »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?