24.4.06

25 de ABRIL




Há 32 anos, Portugal esta prestes a libertar-se de uma ditadura fascista, católica e pacóvia.
Estamos, ainda, em festa.
Amanhã, às 15 Horas, inicia-se a Manif comemorativa, entre o Marquês de Pombal e o Rossio (para só falar da de Lisboa).
É para TODOS!




ABRIL DE ABRIL

Era um Abril de amigo Abril de trigo
Abril de trevo e trégua e vinho e húmus
Abril de novos ritmos novos rumos.

Era um Abril comigo Abril contigo
ainda só ardor e sem ardil.
Abril sem adjectivo Abril de Abril.

Era um Abril na praça Abril de massas
era um Abril na rua Abril a rodos
Abril de sol que nasce para todos.

Abril de vinho e sonho em nossas taças
era um Abril de clava Abril em acto
em mil novecentos e setenta e quatro.

Era um Abril viril Abril tão bravo
Abril de boca a abrir-se Abril palavra
esse Abril em que Abril se libertava.

Era um Abril de clava Abril de cravo
Abril de mão na mão e sem fantasmas
esse Abril em que Abril floriu nas armas.


Manuel Alegre
in “30 Anos de Poesia”

25 DE ABRIL

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo.



Sophia de Mello Breyner Andresen
in “ Obra Poética II”

LIBERDADE

O poema é
A liberdade

Um poema não se programa
Porém a disciplina
- Sílaba por sílaba -
O acompanha

Sílaba por sílaba
O poema emerge
- Como se os deuses o dessem
O fazemos


Sophia de Mello Breyner Andresen
in “Obra Poética II”

A LIBERDADE DE PARIS

Liberdade de me sentar
à flor do passeio

liberdade de estar
à janela do asfalto
e debruçar-me e ver
o rosto da cidade
nos pés que vêm e vão

- a liberdade de estar
a liberdade do chão

liberdade de atirar
pontas de medo e raiva
ao monte de folhas mortas
às portas da madrugada

- a liberdade de esquecer
a liberdade do chão

liberdade de plantar
um verso na pedra rasa
e vê-lo crescer aberto
ao ritmo dos passos livres

- a liberdade de cantar
à flor do chão


Luís Veiga Leitão
in “Longo Caminho Breve”



Comments:
25 Abril de 2006

Um abração de solidariedade e fraternidade universal nesta data memorável.

Zeca da Nau
 
25 de Abril, sempre!

Abração,
 
Parabéns por ser Abril e, principalmente, pelo teu gosto e militância.
Um abraço,
Jonas.
 
Se te perguntarem o que é o 25 de Abril diz-lhe que é a gente feita poesia, e a liberdade feita poema
 
Cool blog, interesting information... Keep it UP Home mortgage refinancing second mortgage london Buil a model castle
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?