8.5.05

8 de MAIO




Há 60 anos, terminava a II GUERRA MUNDIAL, com a rendição da Alemanha, mas esse 8 de Maio de 1945 não significou o fim das mortes e das barbaridades. Morreriam, ainda muitos mais, sobretudo japoneses, com as bombas atómicas sobre Hiroshima e Nagasáqui.



Resta-nos hoje uma memória distante, incapaz de nos levar ao lado saudável da humanidade. A PAZ continua a ser uma névoa longínqua. Milhares de pessoas, sobretudo inocentes,todos inocentes na morte, continuam a morrer todos os dias em confrontos inúteis, alguns de puro saque outros de exercício doentio do poder. Uns, pela Raça, pela Nação, pela Pátria, pelo Território ou por Deus, palavras sempre úteis para massacrar ou destruir "os outros" ; e há os mortos por subtis razões,por quererem, apenas, um mundo mais livre e mais justo.



Também há 60 anos, nesse distante 8 de Maio de 1845, os argelinos levantaram a sua bandeira da independência. Foi difícil o caminho mas abriu a longa senda da libertação para muitos povos colonizados. O século XX seria, assim, o século do nascimento de novos países, sobretudo em África, como o século XIX o havia sido para a América latina.



No fundo, o que o dia de hoje nos diz é que todos os dias deveremos comemorar os passos que a Humanidade deu, tem dado e continuará a dar para poder abrir "as grandes alamedas da Liberdade", como disse Salvador Allende, naquele também distante e trágico 11 de Setembro de 1973, no Chile.



Neste mês de Maio, em tempo exacto, uma papoila vermelha para todos os amantes da Paz e da Liberdade.

Comments:
E que frágil é a papoila... temos que cuidar bem dela...
risocordetejo
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?